ACidadeON Campinas

Campinas
mín. 20ºC máx. 36ºC

cotidiano

Colombianos tentam abandonar bebê e são detidos

Um colombiano foi levado para a delegacia em Limeira depois de comunicar um falso abandono de uma bebê recém-nascida

| ACidadeON/Campinas

Colombiano detido pela polícia ainda com o bebê. (Foto: Reprodução EPTV)

Um colombiano foi levado para a delegacia em Limeira depois de comunicar um falso abandono de uma bebê recém-nascida. A Polícia Militar descobriu que a menina, na verdade, é filha da namorada do homem. Ela também é colombiana.

O homem, identificado apenas como Estevão pela polícia, levou a recém-nascida para a Santa Casa de Limeira e lá informou que encontrou a criança em um matagal no Jardim do Lago. O hospital acionou o Conselho Tutelar que avisou a Polícia Militar que também foi até o hospital por se tratar de um caso de abandono de incapaz.

Os policiais pediram para que o homem os levassem até o ponto onde encontrou a criança. O rapaz de 22 anos está há seis meses no Brasil e afirmou aos policiais que encontrou o bebê em uma área de mata. Porém, ao chegarem no local os policiais começaram a desconfiar da história contada pelo colombiano. Ele acabou assumindo que a bebê é filha da namorada e que ela havia nascido pela manhã, no apartamento onde eles moravam.

Segundo a polícia, a mulher que está no Brasil há um mês afirmou que não queria ficar com a criança já que estava se relacionando com o novo namorado. "Comecei a desconfiar da história dele, porque ele estava lá em cima fumando e depois contou que teve que descer a ribanceira porque achou uma criança. Depois ele acabou confessando que a criança era da namorada dele, e é filha de outro colombiano que não está aqui. E por questões de honra, palavras da mulher pra mim, que ela não queria ficar com o atual namorado e com essa criança sendo de outro pai" afirmou o sargento da Polícia Militar Sandro Lourenço de Oliveira. A mãe e a crianças foram levadas ao hospital.

A Polícia Civil vai investigar o caso e informou que o colombiano seria liberado, já a bebê e a mãe seguem internadas no hospital, mas estão bem. A mãe deve prestar depoimento na Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) de Limeira, assim que deixar o hospital.

Veja também