Aguarde...

ACidadeON Campinas

docon

O papel dos pais no desenvolvimento escolar dos filhos

Acompanhar a vida escolar dos filhos é essencial para a formação de pessoas emocionalmente saudáveis

| Especial para ACidade ON

As psicólogas Priscila Ribeiro Manzoli e Denize Campos Ribeiro (Foto: Divulgação)
Você já parou para pensar qual é o seu papel, enquanto pai, mãe ou responsável, na desenvolvimento escolar do seu filho? Como você pode contribuir com ele nesses desafios? Pois saiba que acompanhar a vida escolar dos filhos é essencial para a formação de pessoas emocionalmente saudáveis. De um modo geral, a criança consegue levar o que aprende em casa para a escola e o que aprende na escola para casa e essa troca de experiências entre a família e os professores é muito enriquecedora. E, nessa jornada, tanto a família quanto a escola tem o mesmo propósito: Preparar os filhos e alunos para encarar os desafios da vida.

Sabemos que a escola conta com diferentes conteúdos e disciplinas e é perfeitamente natural que o aluno tenha mais afinidade com alguns conteúdos e mais dificuldades com outros. Dificilmente conseguimos ser bons em tudo. Se lembrarmos da nossa época de escola vamos perceber que sempre tivemos as matérias preferidas, os assuntos que despertavam maior interesse e isso pode até ter influenciado na escolha de nossas profissões. Com nossos filhos ocorre a mesma coisa.

Uma das responsabilidades que as crianças passam a adquirir quando entram na escola é de fazer a lição de casa ou preparar trabalhos e atividades propostas pelos professores. Cabe aos pais acompanhar e estar disponível para contribuir com as crianças nas dificuldades e cumprimento dessas tarefas, mas apenas auxiliar, não fazer a atividade por ela. Para isso é preciso checar diariamente quais são os deveres que a criança precisa fazer. Cumprir prazos também vai ajudá-la a se tornar uma pessoa responsável em diferentes momentos da vida.

E quando chegam aqueles bilhetes indicando um mau comportamento do seu filho, como você reage? Nessa hora é preciso conversar com a criança para entender o que está ocorrendo. Além disso, é muito importante que ela entenda a necessidade de respeitar o ambiente escolar e as pessoas que convive. Caso seja necessário, agende uma conversa com o professor para entender o que está ocorrendo para justificar o comportamento inadequado.  

Essa parceria entre pais e professores é fundamental. Quanto mais perto e presentes estivermos na educação das crianças, melhor será a socialização e o desempenho delas. Além disso essa proximidade ajuda a perceber qualquer mudança de comportamento que precise de uma atenção maior ou a ajuda de um profissional.

Quando a criança percebe que a família se interessa por suas experiências escolares se sente valorizada, com isso, aumentam suas habilidades e diminuem a chance de problemas comportamentais.

Queríamos lembrar uma frase do filósofo Mário Sérgio Cortella que define um olhar mais amplo e atento da educação: "As famílias confundem escolarização com educação. É preciso lembrar que a escolarização é apenas uma parte da educação. Educar é tarefa da família". Mas para que a escola consiga desenvolver bem seu papel é preciso que a escolarização e a educação caminhem lado a lado. Vamos tentar?

Priscila Ribeiro Manzoli é psicóloga, mãe do Francisco e dos gêmeos João e Pedro e encantada com as dores e as delícias da maternidade. Denize Ribeiro também é psicóloga e com a chegada da filha Elis tornou-se ainda mais empática com os pais e compreendeu melhor a importância de educar com planejamento. Elas acreditam que para formar indivíduos emocionalmente saudáveis e mais conscientes, os pais precisam necessariamente saber como fazer isso e definir um propósito na educação de seus filhos. Desse encontro profissional nasceu o Programa Fortalecendo Laços, com o objetivo mostrar esse caminho para pais e mães, fortalecendo os laços de amor e o vínculo familiar entre eles.

Mais do ACidade ON