Aguarde...

Esportes

Ponte Preta perde em SP e está eliminada do Paulistão

Macaca jogou bem e criou chances, mas acabou derrotada pelo Palmeiras em São Paulo

| ACidadeON Campinas

Roger lamenta chance perdida (Foto: Luciano Claudino/Código 19)

A Ponte Preta perdeu por 1 a 0 para o Palmeiras, na noite deste domingo (2), pela semifinal do Campeonato Paulista, e está eliminada da competição. O Palmeiras fará a final contra o Corinthians, em jogos na próxima quarta-feira e sábado.

Patrick de Paula, no final do primeiro tempo, fez o gol da classificação palmeirense em jogo muito bom na arena alviverde os dois goleiros tiveram que se virar para evitar um placar mais amplo.

A Ponte Preta esperava chegar à final como aconteceu em 2017, quando o adversário da semifinal foi justamente o Palmeiras. Naquele ano, a Macaca perdeu a decisão para o Corinthians.

"A gente queria chegar ainda mais longe. A gente não vinha bem antes da parada, e mesmo assim, não desistiu, lutou até o final. Não é fácil estar em último, estar todo mundo parado. A gente sai de cabeça erguida", disse o goleiro e capitão Ivan após a partida.  



O JOGO

No primeiro tempo, Ivan e o travessão quase impediram que o Palmeiras saísse vitorioso. O goleiro da Ponte Preta fez ao menos três defesas decisivas, em chances claras de Rony (duas vezes) e Willian. O zagueiro paraguaio Gustavo Gomez ainda cabeceou no travessão.

A Ponte também e fez o goleiro rival, Weverton, trabalhar. O gol ficou para o último lance: um chute de fora da área de Patrick de Paula colocou o Verdão na frente. A bola desviou em Wellington Carvalho e enganou Ivan.

A Ponte voltou para o segundo tempo com duas substituições (entraram Danrley e Moisés, saíram Dawhan e Jeferson) e mais ofensiva. E as chances não demoraram a aparecer. João Paulo chutou firma e obrigou Weverton a fazer boa defesa. Moisés driblou dois adversários e mandou chute perigoso.

O Palmeiras reagiu e quase ampliou com Gabriel Menino. E viu Ivan se destacar outra vez ao parar desvio de Bruno Henrique. O jogo seguiu vivo, com a Ponte capaz de ameaçar de tempos em tempos, como em contra-ataque que quase resultou em gol de Roger.

Mas as melhores chances antes do apito final foram de Gustavo Scarpa: em chute que acertou o travessão adversário e em desvio dentro da área, para fora.

Mais do ACidade ON