Aguarde...

ACidadeON Campinas

Campinas
mín. 20ºC máx. 36ºC

Política

Obras de barragem entre Pedreira e Campinas começam em 2 meses

Contrato foi assinado na tarde desta sexta-feira e obras começam em dois meses

| ACidadeON/Campinas

Rio Jaguari. Créditos: Sarah Brito/ACidade ON 

Foi assinado nesta sexta-feira (9) o contrato para a construção das barragens de Pedreira e Duas Pontes, ao lado do governador Geraldo Alckmin, no Palácio dos Bandeirantes.

Os reservatórios, um no rio Jaguari, nos municípios de Pedreira e Campinas, e outro no rio Camanducaia, em Amparo, serão construídos abaixo do Sistema Cantareira e criarão uma reserva hídrica estratégica na Bacia do PCJ (Piracicaba, Capivari e Jundiaí).

O reservatório de Pedreira ocupará uma área de 4,3 km2 nos municípios de Pedreira e Campinas, com capacidade para acumular 31,9 milhões de metros cúbicos de água, e disponibilizará uma vazão de 8,5 mil litros de água por segundo. Já o reservatório Duas Pontes terá uma área de 8,8 km2, no município de Amparo, com capacidade para 53,4 milhões de metros cúbicos, e disponibilizará uma vazão de 8,7 mil litros de água por segundo.

Para o prefeito Jonas, a obra responde à demanda em dois aspectos importantes. "Vai nos dar uma grande reservação de água para a bacia do PCJ, o que vai ajudar muito no abastecimento de água em duas situações: na seca, para não faltar água como aconteceu recentemente, e depois, na época da cheia, para evitar as enchentes", analisou.

A construção das duas barragens representam investimento de R$ 427,1 milhões do governo do Estado. A obra é financiada pelo Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF) e será executada pelo Consórcio OAS/Cetenco. Segundo o Departamento de Águas e Energia Elétrica (DAEE), autarquia vinculada à Secretaria Estadual de Saneamento e Recursos Hídricos, cerca de 1.500 empregos diretos serão gerados durante as obras.

CRONOGRAMA

A partir da assinatura do contrato, são dois meses de prazo para iniciar as obras e depois 30 meses de período de execução.

Com as novas barragens, mais de 5,5 milhões de habitantes serão beneficiados nos municípios de Amparo, Americana, Arthur Nogueira, Campinas, Campo Limpo, Holambra, Hortolândia, Indaiatuba, Itatiba, Itupeva, Jaguariúna, Jundiaí, Limeira, Louveira, Monte Mor, Nova Odessa, Paulínea, Pedreira, Piracicaba, Sumaré, Valinhos, Várzea Paulista, e Vinhedo.

Mais do ACidade ON