Aguarde...

ACidadeON Campinas

Campinas
mín. 20ºC máx. 36ºC

Especial Névio Archibald

Névio: Direita da Câmara entra em guerra com acusações

Um apresentou denúncia formal à Corregedoria; o outro, então, quer uma CPI para investigar os vereadores

| ACidadeON Campinas

Direita da Câmara de Campinas está batendo cabeça (Foto: Divulgação) 

A direita, seja base ou oposição, segue em pé de guerra na Câmara de Campinas. Depois do vereador Jorge Schneider (PTB) pedir investigação na Corregedoria da Câmara de Campinas contra Tenente Santini (PSD), o parlamentar contra-atacou e agora está com uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) aberta contra os vereadores da própria Casa.
 
LEIA MAIS 
Vereador denuncia Tenente Santini à Corregedoria


No começo deste mês, Santini afirmou, em uma fala na tribuna, que há vereadores indicados pela facção PCC, envolvidos em roubo de carga, tráfico de drogas e alguns que até pegam parte do salários dos servidores comissionados.

Na denúncia, Schneider pede que Santini explique as acusações, dê nomes sobre qual vereador praticou qual crime que ele disse existir e que também apresente provas.

TEVE VOLTA

Santini foi além e apresentou uma CPI da Organização Criminosa para provar suas acusações. "Vocês querem prova? Então assinem a CPI, que ela sim tem poder de investigar, convocar, quebrar sigilo. Façam isso que provo o que disse", afirmou.

Gilberto Vermelho (PSDB) rebateu e afirmou que será o primeiro a assinar a CPI. "Eu vou assinar, mas primeiro você traga as provas de todo as as acusações. Você não investigou, você decidiu que aqui é cheio de bandido. Então traga as provas", disse.

Mais do ACidade ON