Aguarde...

Aos 90, engenheiro é 1º brasileiro a receber medalha aeronáutica

Medalha Guggenheim é uma das mais significativas condecorações internacionais de engenharia aeronáutica. Homenageado é um dos fundadores da Embraer.

| ACidadeON Campinas

O engenheiro Ozires Silva. Foto: Divulgação Embraer
O engenheiro Ozires Silva, um dos fundadores da Embraer, será o primeiro brasileiro a receber a medalha aeronáutica Guggenheim, uma das mais importantes do segmento em todo o mundo.  

A decisão foi divulgada dias atrás, em comunicado do Instituto Americano de Aeronáutica e Astronáutica (AIAA, na sigla em inglês), responsável pela comenda. A cerimônia de entrega ainda será marcada.  

A medalha Daniel Guggenheim foi criada em 1929, como uma premiação internacional para reconhecer pessoas que tiveram conquistas notáveis no campo aeronáutico.  

Ozires foi um dos principais responsáveis pelo desenvolvimento do projeto IPD-6504, iniciado em 1965. O projeto daria origem ao Bandeirante, primeiro avião comercial produzido no Brasil, e, na sequência, à criação da Embraer. 

História do engenheiro aeronáutico vira animação 3D

Mas a história de Ozires começou muitos anos antes, em um banco de praça da cidade de Bauru, interior de São Paulo. Na época, ele e seu amigo Zico se perguntavam: "Por que o país de Santos Dumont não fabrica seus próprios aviões?". 

Tão interessante e inspiradora essa história, que deu origem a um curta metragem em animação 3D. Publicamos outra notícia, com mais detalhes sobre a trajetória de Ozires e onde também é possível assistir gratuitamente à animação O Voo do Impossível

A premiação é realizada por um conselho de especialistas do American Institute of Aeronautics and Astronautics (AIAA), do American Society of Mechanical Engineers (ASME), do SAE International e do Vertical Flight Society, dos Estados Unidos. 

Na lista de personalidades reconhecidas anualmente estão pioneiros da aviação e profissionais que dedicaram suas vidas ao desenvolvimento aeronáutico ao longo da história. 

Entre alguns destes destaques estão William E. Boeing, Lawrence D. Bell, Leroy R. Grumman, Igor Sikorsky, Charles Lindbergh, James S. McDonnell, Marcel Dassault, entre outros. 

Sobre o homenageado com a medalha aeronáutica internacional

Ozires Silva nasceu em 8 de janeiro de 1931, em Bauru- SP. Em 1948 entrou para a escola da Força Aérea Brasileira (FAB). Quatro anos depois, recebeu sua licença de piloto militar. 

Então, ingressou no Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), graduando-se em Engenharia Aeronáutica em 1962.  

Logo o engenheiro passou a liderar o Departamento de Aeronaves do Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento. Até que, em 1965, iniciou o projeto IPD-6504, que se tornaria o histórico avião Bandeirante.

Ozires Silva liderou a Embraer de 1970 a 1986. Mas retornou em 1992, para presidir a companhia durante o processo de reestruturação, até a privatização, em 1994.

Referências: 

Notícia editada pela jornalista Michele da Costa, autora do Embarque40Mais, sobre viagem, turismo e cultura. Com informações e imagens fornecidas pela Assessoria de Imprensa da Embraer.

Mais do ACidade ON