Publicidade

brasilemundo

Com variante do coronavírus, Europa e Ásia reforçam fronteiras

Controle mais rigoroso é adotado enquanto cientistas tentam determinar se a mutação é resistente a vacinas

| ACidadeON Campinas -

Covid-19 (Foto: Pixabay)
 

Autoridades globais reagiram com alarme nesta sexta-feira (26) a uma nova variante do novo coronavírus detectada na África do Sul. A União Europeia (UE), o Reino Unido e a Índia estão entre os que anunciam controles de fronteira mais rigorosos, enquanto cientistas tentam determinar se a mutação é resistente a vacinas.

O Reino Unido proibiu voos da África do Sul e de países vizinhos e pediu que os viajantes britânicos que voltam desses locais entrem em quarentena. A chefe da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, disse que a UE também pretende deter o tráfego aéreo da região.

Cientistas estudam a variante identificada nesta semana, mas a notícia derrubou os mercados de ações e o petróleo em meio aos temores do que proibições de viagens fariam às economias já abaladas do sul africano.

A variante tem uma proteína de espigão que é dramaticamente diferente daquela do coronavírus original, no qual as vacinas contra covid-19 se baseiam, disse a Agência de Segurança da Saúde britânica, o que aumenta o receio de como as vacinas atuais, bem-sucedidas contra a mais familiar variante Delta, sersairão.

"Como os cientistas descrevem, esta é a variante mais significativa que encontraram até hoje", disse o secretário dos Transportes britânico, Grant Shapps, ao canal Sky News.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) realiza hoje uma reunião em Genebra. Especialistas debaterão o risco que a variante apresenta e se ela deveria ser designada como de interesse ou preocupante, disse o porta-voz da OMS, Christian Lindmeier.

Quase 100 sequências da variante já foram relatadas, e uma análise inicial mostra que ela tem "um número grande de mutações" que exigem mais estudo, acrescentou Lindmeier.

Um epidemiologista afirmou que já pode ser tarde demais para endurecer as restrições de viagem.

"Acho que temos que admitir que muito provavelmente esse vírus já está em outros lugares. Então, se fecharmos a porta agora, provavelmente será tarde demais", disse Ben Cowling, da Universidade de Hong Kong.

A África do Sul conversará com autoridades britânicas para tentar convencê-las a reconsiderar a proibição, disse o Ministério das Relações Exteriores em Pretória.

A variante, batizada de B.1.1.529, também foi encontrada em Botsuana e Hong Kong, de acordo com a Agência de Segurança da Saúde do Reino Unido. (Com informações da Agência Brasil)

Publicidade

Últimas Notícias

Estados vão avaliar áreas turísticas suscetíveis a desastres
Anvisa confirma segundo caso de superfungo no Brasil
Covid: metade das cidades não teve ajuda federal para testar cidadãos, diz estudo
Médicos da rede municipal de São Paulo decidem fazer paralisação no dia 19
Covid-19: Saúde envia à Anvisa nota defendendo liberação de autoteste
Mundo registra 3,6 milhões de casos de covid-19 em um dia e bate novo recorde
Com baixo estoque, laboratórios sugerem testes de covid só para casos graves
Anvisa recomenda suspensão definitiva da temporada de cruzeiros
Análise do TCU diz que governo foi negligente no enfrentamento da crise hídrica
Rede RaiaDrogasil suspende agendamento online de testes de covid
Casos de covid-19 nos EUA crescem 47% na última semana e o de mortes, 40,4%
Na cidade do Rio, 38% dos internados por covid-19 não tomaram vacina
Minas Gerais: chuvas causam 10 mortes em 24 horas
Médicos dos EUA fazem primeiro transplante de coração de porco em humano
Anac diz que monitora cancelamento de voos por covid-19
Geólogos farão inspeções na região dos cânions do Lago de Furnas
Autoridades alertam para alto risco de rompimento de barragem em Minas
Buscas por fragmentos de corpos continuarão em Capitólio
Enem: contribuição de mulheres nas ciências da saúde é tema de redação
Mineradora evacua área de inundação do Dique Lisa, em Nova Lima (MG)

Publicidade

Viu Essa?

BBB 22: confira participantes confirmados para reality show
Nasce filho de Bruno, do KLB, e de Maria Luiza Prange
Rainha retira títulos reais de príncipe Andrew por escândalo de abuso sexual

Mais notícias


Publicidade