Aguarde...

ACidadeON

Voltar

cotidiano

Em uma semana, dengue cresce 38,5% em Campinas

Entre o começo de janeiro e esta segunda (13) foram confirmados 11.305 casos de dengue em Campinas

| ACidadeON Campinas

 

Dengue continua a crescer em Campinas (Foto: Amanda Rocha)
Apesar de já ter passado do período mais crítico o Verão , a dengue continua a crescer em Campinas. De acordo com dados da Secretaria de Saúde divulgados nesta segunda-feira (13), a doença avançou 38,5% no município na última semana.

Entre o começo de janeiro e esta segunda (13) foram confirmados 11.305 casos de dengue em Campinas. Até o dia 6 de maio eram 8.157 casos registrados foram 3.148 novos registros desde então.

Além do alto número, Campinas continua com duas mortes confirmadas: uma mulher de 19 anos e uma bebê de 5 meses. Elas eram moradoras da região Norte e da região Sul de Campinas, respectivamente. Ambas as pacientes foram atendidas pela rede privada de saúde do município, ressaltou a Prefeitura de Campinas.

Já as mortes sob investigação não são divulgadas pela Administração.

REGIÃO MAIS AFETADA

A região mais atingida é a Noroeste, com 3.168 registros, seguida pela Sudoeste com 2.890 casos; e pela região Sul com 2.828. 

COMO PREVENIR

Para controlar a doença, é preciso apoio da população, informa a Prefeitura, eliminando qualquer recipiente capaz de acumular água e servir de criadouro para o mosquito, incluindo garrafas PET, tampinhas, latas, sucatas e entulhos de construção, além de efetuar a limpeza das calhas de telhados e caixas dágua. O ciclo do mosquito de ovo, larva, pupa e adulto pode se completar em oito dias e, portanto, a retirada de criadouros deve ser regular.

IMÓVEIS VISITADOS

Entre 1º de janeiro e 30 de abril de 2019 mais de 320 mil imóveis foram visitados pelas equipes que atuam no controle da dengue. No mesmo período, cerca de 73 mil imóveis foram nebulizados com inseticida e aproximadamente 203 mil imóveis tiveram criadouros removidos.

A nebulização, que é usada para eliminar o mosquito em sua fase adulta, teve de ser suspensa na última semana, pois o Ministério da Saúde não está mais fornecendo o inseticida usado neste processo. Segundo o governo federal, há um desabastecimento momentâneo do produto em todo o território nacional.

CATA-TRECO NO DIA 15

A Secretaria Municipal de Serviços Públicos também realizará, a partir de quarta-feira (15) uma megaoperação de cata-treco nas regiões Anhumas e Nilópolis, região Leste do município.

Três caminhões estarão nas ruas até sexta-feira, dia 17. Será feita a coleta de resíduos deixados em pontos recorrentes e coleta de materiais deixados nas ruas. Uma equipe de nove pessoas participará da operação das 7h até as 15h.

A área já vem sendo trabalhada desde o ano passado com ações de conscientização e sensibilização da população local sobre febre maculosa e dengue. Foram realizadas três oficinas na região e surgiu a solicitação da população para a operação de coleta de resíduos.

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook

Mais do ACidade ON