Aguarde...

ACidadeON Campinas

Campinas
mín. 20ºC máx. 36ºC

cotidiano

Toxoplasmose: Notre Dame captura gatos para adoção

Vigilância Sanitária desinterditou cantina, que estava fechada para adequações; lanche voltou a ser servido na área externa

| ACidadeON Campinas

Gatos são os principais transmissores da toxoplasmose (Foto: Divulgação) 

O Colégio Notre Dame, no bairro de mesmo nome, em Campinas, está capturando gatos que circulam pela unidade e os disponibilizando para adoção. A medida foi tomada após o surto que toxoplasmose na escola, que vitimou ao menos 11 alunos e funcionários e provocou a interdição da cantina do colégio.

Segundo comunicado assinado pela direção, deve ser concluído até esta quarta-feira (15) o fechamento das galerias subterrâneas da unidade, o que impedirá que os gatos se hospedem nestes locais.

O comunicado informa ainda que os gatos que ainda habitam o campus estão sendo capturados e submetidos à castração, vacina antirrábica e exames de sangue e fezes.

"Até agora dois gatos passaram por estes procedimentos e temos mais um já capturado. Os dois gatos examinados não têm contaminação com toxoplasmose e estão disponíveis para adoção pela comunidade. Sugerimos que os gatos sejam destinados a chácaras e fazendas, uma vez que não são domesticados", informa.

Os gatos são alvo da ação por serem os principais transmissores da toxoplasmose. O protozoário que causa a doença é transmitido pelas fezes dos animais, em contato com a água, bancos de areia ou alimentos.

CANTINA LIBERADA

A cantina foi liberada pela Vigilância Sanitária. Ela havia sido interditada no último dia 24 de abril por ter espaços abertos que permitiam o acesso de animais a áreas onde o alimento é manipulado. Segundo a Prefeitura, o problema já foi resolvido.

A partir desta segunda-feira (13), o lanche voltou a ser servido nas mesas externas, que passaram por higienização, e não mais dentro da sala de aula.

"Alimentos crus somente voltarão ao cardápio após a manutenção completa do sistema hídrico da escola e a técnica de segurança alimentar estiver atuando. O fechamento completo do entorno da cantina e restaurantes está em processo de contratação e brevemente divulgaremos o prazo para conclusão", informou.

O colégio recomendou também que os pais devem evitar pedir alimentação de outros locais que não a escola ou suas casas. "Temos percebido que alguns fornecedores não têm estrutura de operação. "Não houve problemas em relação à manipulação de alimentos e limpeza na escola. Para maior segurança, decidimos pela eliminação temporária de alimentos crus", disse.

OUTRAS MEDIDAS

A direção informou ainda que está tratando as áreas fechadas dos jardins e pátios, que passarão por uma varredura com vassoura de fogo nas calçadas, canaletas, bueiros, bancos e paredes.

A escola segue oferecendo água mineral aos estudantes. A medida continuará até "a completa revisão do sistema hídrico da escola". Uma análise da água da escola também está sendo realizada pela USP (Universidade de São Paulo).

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook

Mais do ACidade ON