Aguarde...

ACidadeON

Voltar

cotidiano

CPFL e Polícia encontram 40 "gatos" de energia em Campinas

Ao todo, foram registrados 18 flagrantes e 19 pessoas foram conduzidas às unidades policiais nesta quarta-feira

| ACidadeON Campinas

 

CPFL fez operação em conjunto com a Polícia Civil de Campinas
A CPFL e a Polícia Civil de Campinas encontraram 40 fraudes e furtos de energia na cidade, os chamados "gatos", em uma operação conjunta nesta quarta-feira (22). Batizada de Operação Tesla, a ação identificou os "gatos" de energia elétrica em clientes comerciais e industriais.

Ao todo, foram registrados 18 flagrantes e 19 pessoas foram conduzidas às unidades policiais. A ação concentrou esforços para a inspeção e identificação de irregularidades em unidades consumidoras de diversos bairros da cidade como Centro, Satélite Íres, Jardim Myrian, Joaquim Egídio, Vila Mimosa, Taquaral, Cambuí, Barão Geraldo, entre outros.

A Operação Tesla envolveu 11 delegacias -- sendo 42 policiais da polícia civil -- e 45 colaboradores da concessionária, que identificaram os casos de fraudes e prestaram o apoio técnico necessário às forças policiais para a confirmação dos furtos. O alvo da ação foram instalações comerciais da cidade.

É CRIME E PODE DAR QUATRO ANOS DE PRISÃO

As fraudes e furtos de energia são crimes previstos no Código Penal, e a pena pode variar de um a quatro anos de detenção. Também são cobrados dos fraudadores os valores das tarifas referentes a todo o período em que ocorreu o roubo, acrescidos de multa.

Consumidores que fazem "gato", além de praticarem crime, também estão colocando as suas vidas e da população em risco. Pessoas não habilitadas que tentam manipular o medidor de energia ou realizar ligação direta na rede podem causar acidentes graves, até mesmo fatais.

Mais do ACidade ON