Aguarde...

cotidiano

Com 35,6°C, Campinas volta a bater recorde de calor no ano

Além do forte calor, a cidade também registrou um dos índices de umidade relativa do ar mais baixos do ano

| ACidadeON Campinas

Campinas tem novo recorde de calor. (Foto: Código 19)

Campinas voltou a bater recorde de calor no ano neste sábado (12). Às 15h, os termômetros do Cepagri (Centro de Pesquisas Meteorológicas e Climáticas Aplicadas à Agricultura) registraram a marca de 35,6°C, a temperatura mais alta do ano até agora. Na última quinta-feira (10), fez 35°C e, na sexta (11), 34,9°C. Antes disso, a temperatura mais alta havia sido registrada em 17 de janeiro, quando fez 34,7°C.

Além do forte calor, a cidade também registrou uma das umidades relativa do ar mais baixas do ano. Segundo a Defesa Civil, na tarde desse sábado ela atingiu 12,4% à 15h40.    
 
LEIA TAMBÉM 
Prefeitura dá novo prazo e coleta seletiva volta no fim do mês 
Doação de sangue cai 22% e Hemocentro está em situação crítica


A cidade está desde hoje cedo em estado de alerta por conta da baixa umidade do ar e também em alerta para possíveis queimadas. O recomendado pela OMS (Organização Mundial de Saúde) é a umidade do ar em torno de 60% para conforto do organismo.  

Ontem à noite e hoje cedo moradores de alguns bairros relataram uma forte fumaça no céu (leia mais aqui).  

O calor intenso é reflexo de uma forte massa de ar seco que cobre boa parte da região Sudeste. Na quarta-feira (9), a Defesa Civil do Estado havia emitido um alerta de calor intenso para a região neste fim de semana. A temperatura poderia chegar aos 40°C e a umidade do ar, ficar abaixo de 15%.  

Neste sábado Campinas completou 22 dias sem chuvas - a última precipitação foi no dia 21 de agosto, com 7,1mm. Segundo serviços de previsão do tempo, só deve voltar a chover na cidade depois do dia 23, com o início da Primavera (leia mais aqui).

Mais do ACidade ON