Aguarde...

cotidiano

Unicamp tem recorde histórico de candidatos de escola pública

Com mais de 77 mil inscritos, número de candidatos isentos também foi o maior da história do vestibular

| ACidadeON Campinas

Entrada da Unicamp, no distrito de Barão Geraldo, em Campinas (Foto: Photo Press/Folhapress)

A Unicamp (Universidade Estadual de Campinas), por meio da Comvest (Comissão Permanente para os Vestibulares da Unicamp), informou que 34,2% dos mais de 77 mil alunos inscritos no vestibular esse ano vieram de escolas públicas. A porcentagem registrada é a maior da história do vestibular, cuja aprovação do exame garante ingresso na instituição em 2021. 

Em 2019, a porcentagem de estudantes que fez o ensino médio na rede pública e que se inscreveu no vestibular era de 32,2%. Já em 2018, eles somavam 30,9% do total de inscritos. Lembrando que os vestibulares são prestados no ano anterior ao letivo, exceto os inscritos em 2020 que realizarão a prova em 2021. 

INCLUSÃO SOCIAL 

Mas esse não foi o único recorde registrado no vestibular, já que o número de candidatos isentos também foi o maior da história esse ano, com 14,1%. Em 2019, o total de estudantes que não pagaram a taxa de inscrição representava 10,1% dos candidatos.  

Em números absolutos, as isenções concedidas esse ano cresceram 48%, passando de 7.380 no processo anterior para 10.925 no Vestibular 2021, o maior número de beneficiados desde o início do Programa de Isenção, em 2000. 

Já o percentual de candidatos auto declarados pretos e pardos ficou em 21% e o percentual de estudantes que fizeram a opção pelas cotas étnico-raciais foi de 12% do total de inscritos. 

INSCRITOS 

Ao todo, esse ano são 77.653 candidatos inscritos no processo, que irão concorrer as 3.237 vagas, em 69 cursos de graduação. No ano passado, a Comvest registrou 72.859 inscritos e no Vestibular 2019, 76.327 candidatos. Para essa edição do vestibular, as vagas incluem as 639 vagas previstas para o edital Enem-Unicamp, que não será oferecido para ingresso em 2021 em virtude da pandemia. 

As dez carreiras mais procuradas no Vestibular Unicamp 2021 são: Medicina; Arquitetura e Urbanismo; Ciências Biológicas;Comunicação Social-Midialogia; Ciência da Computação; Engenharia da Computação; Farmácia; História; Ciências Econômicas e Enfermagem.  

O calendário completo, bem como os locais de prova da primeira fase serão divulgados pela Comvest no dia 11 de dezembro.  

PRIMEIRA FASE 

Para reduzir o número de estudantes circulando e evitar aglomeração nas escolas, por causa da pandemia de covid-19, a primeira fase será aplicada em dois dias: 6 e 7 de janeiro de 2021.  

O dia de realização da primeira fase, para cada candidato, depende do curso escolhido: candidatos aos cursos do segmento de Ciências Humanas/Artes e de Exatas/Tecnológicas farão a prova no dia 6 de janeiro, uma quarta-feira. 

Já os candidatos da área de Ciências Biológicas/Saúde farão a prova no dia seguinte, ou seja, 7 de janeiro, uma quinta-feira.
Além da aplicação da primeira fase em dois dias, as questões da prova serão reduzidas de 90 para 72 e o tempo máximo para sua realização diminuirá de cinco para quatro horas.

Mais do ACidade ON