Aguarde...

cotidiano

Unicamp ultrapassa mil "empresas-filhas" com lucro de R$ 8 bi

Mapeamento registrou recorde nas empresas cujos fundadores têm ou tiveram vínculo com a universidade

| ACidadeON Campinas

Entrada da Unicamp, no distrito de Barão Geraldo, em Campinas (Foto: Photo Press/Folhapress)
A Unicamp (Universidade de Campinas) chegou neste ano a marca de mais de mil "empresas-filhas", como são conhecidos os empreendimentos cujos fundadores têm ou tiveram vínculo com a universidade. O número é o recorde desde que as empresas começaram a ser contabilizadas.

Ao todo, foram cadastradas da Agência de Inovação da Unicamp 1.038 empresas-filhas, sendo que 929 estão ativas e faturaram juntas neste ano R$ 8 bilhões, gerando ainda 33.315 empregos.

Segundo o mapeamento, 94,7% das empresas estão localizadas na região Sudeste do Brasil, em sua maioria no estado de São Paulo (87,3%). Quando o recorte é realizado no estado paulista, percebe-se que a concentração é na RMC (Região Metropolitana de Campinas), com 59,9%.  

"Isso demonstra a competência da Universidade em atrair e formar os melhores talentos, que vão ser agentes transformadores de nossa região", declarou o diretor-executivo da Inova Unicamp, Newton Frateschi.  

Para o diretor, o número indica ainda como a universidade é importante e investe na economia, com a formação desses profissionais.  

"Não temos dúvida de que as empresas-filhas da Unicamp impactam grandemente na economia do país em termos de faturamento, geração de empregos e, em tempos de pandemia, trazem tecnologias e conhecimento que alteram a forma como as pessoas organizam suas vidas e, as empresas, suas formas de operação. Nossas empresas-filhas são exemplos claros disso, e também de como o trabalho da Unicamp em formar profissionais com pensamento crítico e perfil empreendedor faz a diferença no país", afirmou.

EXPECTATIVA DE CRESCIMENTO
 

Segundo o diretor, a taxa de empreendedorismo - representada pelo número de empresas fundadas ao ano - vem crescendo, em resposta positiva ao trabalho da universidade, sendo que das 223 novas empresas cadastradas desde o último mapeamento, 64% foram fundadas nos últimos cinco anos.  

O impacto dessas empresas tende ainda a ser ampliado nos próximos anos, uma vez que o levantamento 2020 apontou que 89,7% das empresas-filhas são micro ou pequenas empresas, e muitas tendem a crescer e se posicionar no ecossistema a partir do exemplo de outras grandes empresas-filhas da Unicamp.  

Como exemplos de empresas filhas da Unicamp, estão o Grupo Movile, fundado pelo ex-aluno do IC (Instituto de Computação) da Unicamp Fabricio Bloisi, e o Quinto-Andar, sendo que esse último é uma das empresas parceiras, que patrocina ainda bolsas de pesquisa na universidade.  

O patrocínio, segundo a Unicamp, é uma das características do relacionamento das empresas-filhas com a universidade, mesmo após a formação. Em 2020, 243 empresas-filhas assinalaram que interagem com a Unicamp em projetos de pesquisa conjunta, mentorias, patrocínios, consultorias e outros tipos de parcerias.


Mais do ACidade ON