Publicidade

cotidiano

Vacinação: doses da Coronavac devem chegar hoje em Campinas

Hospital de Clínicas da Unicamp será o primeiro local a receber as vacinas

| ACidadeON Campinas -

HC será o primeiro local na região a receber a vacina (Foto: Denny Cesare/Código19)
*Matéria atualizada às 11h com mais informações* 

Após a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) aprovar o uso emergencial das vacinas contra a covid-19, as cidades da região estão próximas de iniciar a vacinação. O envio das doses da CoronaVac, desenvolvida pelo Instituto Butantan, começa hoje (18) no Estado, e em Campinas, o HC (Hospital de Clínicas) da Unicamp será a primeira unidade na região a receber o carregamento.

O HC foi selecionado pelo Estado por ser hospital-escola e receber grande fluxo de pacientes da região. Segundo o governo estadual, o hospital vai receber ao todo 4 mil doses da vacina, e terá a vacinação iniciada ainda hoje. Um caminhão carregado com as doses saiu nesta manhã do centro de distribuição do Instituto Butantan, em São Paulo, em direção à Campinas.

LEIA TAMBÉM  
Enfermeira é a primeira vacinada após liberação da Anvisa 

A imunização, prevista para começar na tarde de hoje em Campinas, vai contar com a presença do governador João Doria (PSDB). De acordo com o Estado, à imunização está prevista para começar às 15h30 no HC. Durante a coletiva, Doria deve passar os detalhes de como será a vacinação em Campinas, assim como a previsão para a chegada das doses para a Prefeitura. 

Campinas é listada como uma das 200 maiores cidades que vão receber as doses diretamente do Estado, e vai funcionar como centro de distribuição, sendo que cidades menores vão retirar a vacina do Centro de Vigilância Epidemiológica, na região Central. Policia Militar e Guarda Municipal montam um forte esquema de segurança para receber a vacina.

Ontem (17) a Prefeitura de Campinas afirmou que se as doses municipais chegarem hoje, já seria possível que a vacinação já se iniciasse imediatamente.

Segundo a Administração, a vacinação na cidade vai começar pela aplicação em 15 mil profissionais de saúde, que receberão a primeira dose da vacina. O número não conta os profissionais do HC, que receberão as doses diretamente do governo estadual e também montou um plano de vacinação (leia mais aqui).

COMO VAI FUNCIONAR DEPOIS?

De acordo com a prefeitura, para evitar aglomeração e tudo ser feito de forma organizada, haverá um sistema de agendamento de horários e locais.

Quando começar a fazer o agendamento, o morador de Campinas deverá informar em qual grupo está inserido. Depois coloca o nome completo e CPF. Caso seja profissional de saúde, deverá informar qual ramo trabalha.

Após isso, aparecerá o horário para agendamento e a pessoa escolhe o horário e local no qual quer ir realizar a aplicação da vacina.

"O cidadão poderá entrar no site da Prefeitura de Campinas. Caso não tenha internet, poderá ligar no 160 ou pode até ir no Centro de Saúde mais próximo", explicou a diretora do Devisa (Departamento de Vigilância de Saúde), Andrea Von Zuben. 

LOCAIS DE VACINAÇÃO  

As vacinas serão aplicadas em pelo menos cinco centros de vacinação, um por região da cidade, havendo possibilidade de ampliação. Dos locais, quatro já foram definidos:

- Naed Noroeste - Avenida Ibirapuera, s/nº, Jardim Londres (região Noroeste);
- Centro de Vivência do Idoso Lagoa do Taquaral - portão 5 (região Leste);
- Círculo Militar- Avenida Getúlio Vargas, 200. Jardim Chapadão (região Norte);
- CAIC Sudoeste Rua José Augusto de Mattos, s/nº, Vila União (região Sudoeste).

O ponto de vacinação da região sul está sendo definido, mas a expectativa é que seja na região do Hospital Mário Gatti.

Mais notícias


Publicidade