Publicidade

cotidiano

Polícia prende homem com metralhadora e fuzil em casa de Hortolândia

Polícia vai investigar se ele tem envolvimento com tentativa de roubo de carga da Samsung que terminou com dois PMs mortos

| ACidadeON Campinas -

Casos serão investigados para ver se têm ligação (Foto: Amanda Rocha)
Um homem que mantinha em casa uma metralhadora e um fuzil foi preso no fim da tarde desta quinta-feira (29) no bairro Vila Guedes, em Hortolândia. Após a prisão, a Polícia Civil investigará se ele tem envolvimento com a tentativa de roubo de cargas da Samsung, que deixou dois policiais militares aposentados mortos (leia mais abaixo). 

De acordo com a corporação, o homem foi encontrado hoje em Hortolândia após uma denúncia anônima. A informação era que de no local indicado havia pessoas fortemente armadas e que teriam envolvimento com o roubo de cargas. 

Em patrulhamento pelo bairro, a equipe abordou o suspeito e fez uma vistoria no imóvel. Na residência, a polícia encontrou uma espécie de depósito onde ele mantinha a metralhadora, um fuzil calibre 12, coletes balísticos, além de uma grande quantidade de munições. 


Ele foi preso em flagrante. Segundo a polícia, o preso já tinha passagem policial. As armas apreendidas nesta quinta-feira ainda passarão por perícia, para ver se existe a ligação com o caso do roubo de cargas. A ocorrência da prisão de hoje foi registrada na delegacia de Hortolândia. 

O ROUBO DE CARGAS 


Na madrugada de quarta-feira (28), dois policiais militares aposentados de Campinas morreram durante uma tentativa de roubo a um caminhão com carga de celulares da Samsumg.   

Eles estavam fazendo escolta da carga com dois mil aparelhos avaliada em mais de R$ 3 milhões quando criminosos fortemente armados abordaram o caminhão. 

A carreta havia saído de Cajamar em direção a Ribeirão Preto e a quadrilha usou ao menos quatro carros para cometer o crime. Na ação, o veículo usado pela escolta foi alvejado com disparos de fuzil - por isso, a suspeita de envolvimento do homem preso em Hortolândia. 

Após a abordagem, o caminhão com a carga foi, então, trancado automaticamente e os criminosos não conseguiram levar o carregamento. 

Horas depois o caminhão foi encontrado com os produtos intactos. Só que, até este momento, os policiais não haviam sido encontrados. Para achá-los, foi montada uma operação envolvendo equipes de várias cidades da região. O corpo dos dois foram encontrados horas depois. 

Segundo a polícia, o criminosos jogaram os policiais de um barranco na altura do quilômetro 46 da Rodovia Anhanguera, no limite entre as cidades de Cajamar e Jundiaí. Em nota, a Samsung lamentou o incidente e informou que o caso está sendo investigado pelas autoridades competentes.

Mais notícias


Publicidade