Publicidade

cotidiano

Campinas tem 220 moradores que vão receber Bolsa Trabalho; veja lista

Lista está disponível no Diário Oficial do Estado

| ACidadeON Campinas -

Busca por emprego no Centro de Campinas (Foto: Denny Cesare/ Código 19)

O governo do Estado de São Paulo divulgou nesta terça-feira (14) a lista dos 220 moradores de Campinas que vão participar do programa Bolsa Trabalho. O programa prevê auxílio de R$ 535 mensais durante cinco meses para pessoas em situação de vulnerabilidade.

A relação dos aprovados no programa está disponível na versão de hoje do Diário Oficial do Estado, e pode ser conferida aqui, na página 75. Segundo a Prefeitura de Campinas, os selecionados vão receber comunicação por e-mail do governo do Estado, além de telefonema da Administação. Ao todo, foram 1,2 mil inscritos. 

Após comunicados, os aprovados terão que comparecer ao Cpat (Centro Público de Atendimento ao Trabalhador), até quinta-feira (16), das 9h às 12h e das 13h às 16h, para assinar o termo de adesão e responder a um questionário com o perfil profissional. O Cpat fica na Avenida Campos Salles, 42, no Centro.

O PROGRAMA 

O programa oferta vagas de trabalho em órgãos públicos por 4h diárias em cinco dias da semana, além de curso de qualificação profissional virtual, e bolsa-auxílio de R$ 535 por cinco meses. Os interessados puderam escolher entre seis opções de cursos profissionalizantes virtuais da Univesp (Universidade Virtual do Estado de São Paulo) e do Centro Paula Souza, com duração de 80 horas. 

Segundo o governo, o objetivo do programa é promover qualificação profissional e geração de renda para pessoas em vulnerabilidade social. O projeto priorizou pessoas desempregadas, principalmente mulheres chefes de família, que trabalharão na administração pública municipal ou estadual recebendo o auxílio. 

O início das atividades está previsto para 15 de setembro. Entre os cursos ofertados estão: auxiliar de controle de produção e estoque, gestão administrativa, gestão de pessoas, organização de eventos, rotinas e serviços administrativos e secretariado e recepção

PROCESSO
 

Após assinar o termo de adesão, os selecionados passarão por capacitação oferecida pela Univesp, relacionada à área na qual vão atuar. De acordo com a Administração, o direcionamento desses profissionais será feito de acordo com o perfil e necessidade de cada secretaria. 

A bolsa, de R$ 535,00, será paga pelo Governo do Estado.

Mais notícias


Publicidade