Aguarde...

cotidiano

MPT destina R$ 1,4 mi ao HC da Unicamp para compra de EPIs

O valor deverá ser usado para a aquisição de equipamentos de proteção individual (EPIs) usados pelos profissionais de saúde

| ACidadeON Campinas

HC da Unicamp em Campinas. (Foto: Arquivo/Código 19)

O MPT (Ministério Público do Trabalho) destinou o valor de R$ 1,4 milhão de verbas de indenizações de ações trabalhistas ao HC (Hospital de Clínicas) da Unicamp para ajudar no combate ao novo coronavírus.  

O valor deverá ser usado para a aquisição de equipamentos de proteção individual (EPIs) usados pelos profissionais de saúde. A destinação também poderá custear, de forma subsidiária, serviços ou equipamentos relacionados ao enfrentamento à pandemia de covid-19. 

O pedido do MPT foi feito com urgência nos autos de duas ações civis públicas que tramitam nos juízos da 5ª Vara do Trabalho de Campinas e da 4ª Vara do Trabalho de Jundiaí. Os dois processos foram ajuizados em face de uma grande rede varejista. A Justiça concedeu os pedidos, determinando a liberação dos valores já depositados em juízo.
 
LEIA MAIS  
Confira as últimas notícias sobre o coronavírus em Campinas e na região  
Prefeitura de Campinas confirma 10º caso de coronavírus 
Unicamp terá núcleo de voluntariado para enfrentar coronavírus 
HC da Unicamp começa triagem de casos em tendas 

"O momento de crise vivenciado por nossa sociedade exige participação ativa das instituições. As destinações ao HC, estabelecimento que atende vários municípios da região, é uma forma de responder à demanda social por saúde. Esperamos que o montante ajude a estruturar ainda mais o serviço deste hospital referência no combate à pandemia do coronavírus", afirmou a procuradora Juliana Mendes Martins Rosolen.  

Nessa semana a universidade lançou uma campanha de ajuda para doações de recursos financeiros para compra de insumos e equipamentos para a área da saúde (leia mais aqui).

DOAÇÃO DE ÁLCOOL 

A Unicamp anunciou nesta quinta-feira (26) o recebimento de uma uma doação de 1.250 litros de álcool 70%, material que será encaminhado para as unidades de saúde como o HC (Hospital de Clínicas), CAISM (Hospital da Mulher) Hemocentro e Gastrocentro. A doação veio pela necessidade dos insumos, que teve a demanda ampliada por causa da pandemia do coronavírus.

Segundo a diretoria geral de administração da universidade, o contato com a empresa doadora foi estabelecido e a expectativa é que a aprovação foram da doação, feita Raízen, empresa brasileira produtora e distribuidora de açúcar e etanol, ocorra até sexta-feira (27). 

O álcool 70% é utilizado para assepsia de ambientes e instrumentos médicos e hospitalares, e com a pandemia e os atendimentos a casos suspeitos da Covid-19 realizados pelo Hospital de Clínicas, a necessidade de limpeza e desinfecção constante aumentou.

Mais do ACidade ON