Aguarde...

cotidiano

Bancos vão funcionar durante megaferiado em Campinas

Os bancos de Campinas vão funcionar normalmente durante o megaferiado da próxima semana

| ACidadeON Campinas

Fila na agência da Caixa na área central de Campinas. (Foto: Denny Cesare/Código 19)

Os bancos de Campinas vão funcionar normalmente durante o megaferiado da próxima semana. A informação foi confirmada pela Febraban (Federação Brasileira de Bancos). 

Segundo informou a nota, o funcionamento ocorre para assegurar a prestação dos serviços bancários essenciais à população, inclusive a continuidade do crédito da segunda parcela do auxílio emergencial. 

"No entanto, sensíveis à necessidade de que sejam observados os cuidados para mitigar a situação de risco à saúde pública decorrente da Covid-19, a Febraban recomenda aos clientes e usuários da rede bancária que evitem ao máximo deslocamento até às agências bancárias", informou a nota oficial.  
 
As agências da Caixa Econômica Federal abrirão normalmente, independentemente da antecipação de feriados. A informação é do presidente do banco, Pedro Guimarães. Segundo ele, o banco funcionará inclusive aos sábados para o saque do auxílio emergencial de R$ 600 (R$ 1,2 mil para mães solteiras). "Nosso objetivo é manter o equilíbrio. O auxílio financeiro é fundamental para 60 milhões de brasileiros", disse Guimarães.

MEGAFERIADO 

Aprovado pela Câmara na quinta-feira (21), o megaferiado antecipa a data de Corpus Christi (11 de junho) e Dia da Consciência Negra (20 de novembro), adiantados para a próxima terça-feira (26) e quarta-feira (27), respectivamente.
Dessa forma, os dois dias emendam com o feriado estadual de 9 de julho, que também será antecipado pelo governo do Estado, para 25 de maio - próxima segunda-feira.  

Segundo os dados do Simi (Sistema de Monitoramento Inteligente) que analisa o isolamento em São Paulo, os feriados registraram um aumento significativo nas medidas de isolamento. Nos fins de semana e feriados, a taxa tem sido maior, acima de 50%. O isolamento entre 50% e 55% é um dos critérios adotados para promover medidas de flexibilização da quarentena e reabertura do comércio.

Mais do ACidade ON