cotidiano

Especial coronavirus

Prefeitura transforma UPA em hospital para covid-19 a partir de hoje

A UPA foi fechada às 18h desta quarta-feira (17) para o atendimento de pacientes espontâneos

| ACidadeON Campinas -

Medida foi divulgada ontem durante live pelo prefeito e secretário. (Foto: Divulgação/Prefeitura de Campinas)

A UPA Carlos Lourenço, em Campinas, passará a funcionar hoje (18) como uma unidade de internação para pacientes com covid-19. A unidade terá 28 leitos, sendo 25 de retaguarda clínica e 12 para estabilização com respiradores, que serão utilizados quando o paciente precisar ser estabilizado para ser transferido para UTI (Unidade de Terapia Intensiva) de um hospital. 

A UPA foi fechada às 18h desta quarta-feira (17) para o atendimento de pacientes espontâneos. Os atendimentos iniciados serão finalizados e os pacientes que não têm covid-19 serão levados para outras unidades. Além disso, adaptações do espaço físico também foram realizadas.

"Foi feita toda uma adequação de equipe e também dos exames laboratoriais. Estamos equipando como se fosse um hospital, inclusive com equipamento de gasometria. Temos 12 kits de UTI, que contam com respiradores e monitores cardíacos, já instalados e testados", explicou o presidente da Rede Mário Gatti de Urgência, Emergência e Hospitalar, Marcos Pimenta. 
 
LEIA TAMBÉM  
Jonas admite que pode rever reabertura antes de decisão do Estado
Queiroz é preso em operação contra esquema de "rachadinha"
Campinas chega ao 5º dia sem vagas em UTI do SUS municipal


A UPA Covid Carlos Lourenço prestará assistência a pacientes encaminhados pela Central de Regulação Municipal. Não haverá atendimento de demandas espontâneas no local. Quem precisar de atendimento deve procurar outra unidade hospitalar.

Segundo o prefeito Jonas Donizette, a UPA Carlos Lourenço foi escolhida porque a região Sul, onde está localizada, tem tido aumento no número de casos de covid-19.  

O funcionamento será 24 horas, nos sete dias da semana.

Mais notícias


Publicidade