Aguarde...

cotidiano

Mesmo com leitos adicionais, ocupação segue no limite em Campinas

Cidade completou 11 dias sem leitos de UTI disponíveis em hospitais municipais; novas unidades devem começar a funcionar nesta semana

| ACidadeON Campinas

Cidade segue sem leitos de UTI do SUS municipal disponíveis (Foto: Denny Cesare/Codigo19)

Campinas chega, nesta terça-feira (23) ao 11º seguido com os leitos de UTI (Unidades de Terapia Intensiva) dos hospitais municipais para tratamento de novo coronavírus (covid-19) lotadas. 

LEIA TAMBÉM 
Jonas diz que está "refletindo" sobre multa a quem não usar máscara 
Campinas tem mais 23 mortes; casos passam de 6 mil

A cidade tem nesta terça 350 leitos de UTI exclusivos para o tratamento de covid-19 distribuídos entre a rede municipal, estadual e particular.

Destes, 312 estão ocupados, o que equivale a 89,14% da capacidade total do município. De ontem pra hoje, a cidade recebeu o reforço de novos leitos na rede estadual, no HC da Unicamp e no AME, mas isso não foi suficiente para aliviar a alta demanda pelo atendimento de casos de covid-19.

DISTRIBUIÇÃO

Na rede municipal, são 122 leitos de UTI exclusivos para o tratamento da doença que estão ocupados há 11 dias. O sistema atingiu o limite da capacidade antes da metade deste mês, em 13 de junho, e a situação não muda desde então.

A rede estadual do SUS (Sistema Único de Saúde) e a rede privada ainda têm leitos disponíveis, mas a situação preocupa, uma vez que ambos já ultrapassaram os 80% da ocupação e estão próximos de atingir a capacidade máxima do sistema.

Na rede estadual, que inclui o AME (Ambulatório Médico de Especialidades) e o HC (Hospital de Clínicas) da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas), 67 dos 76 leitos estão ocupados, o que equivale a 88% da capacidade.

Já na rede privada, 123 dos 152 leitos disponíveis estão ocupados, o que equivale a 81% da capacidade.

NOVOS LEITOS

Mais 137 leitos, sendo 50 de UTI, devem ser instalados ainda esta semana em Campinas, conforme informou a prefeitura.

Além destes, mais 30 leitos de enfermaria no Hospital de Campanha devem ser abertos até amanhã (24).

A UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Carlos Lourenço, que passou a funcionar como unidade exclusiva para o tratamento de covid-19 na semana passada, deve rececber outros 30 leitos de retaguarda nesta semana.

Mais do ACidade ON