Aguarde...

cotidiano

Apeoesp ameaça greve se aulas voltarem com covid-19 em alta

Sindicato dos Professores afirmou que a volta às aulas presenciais quando o país tem mais de 50 mil mortes, sendo São Paulo o epicentro da doença, é "irresponsabilidade e precipitação"

| ACidadeON Campinas

Plano do governo Doria é que aulas presenciais voltem em setembro (Foto: Divulgação/Secretaria Estadual de Educação) 

A Apeoesp (Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo) ameaçou greve da categoria caso a retomada das aulas, prevista para setembro pelo governo João Doria (PSDB), aconteça em meio ao aumento de casos de coronavírus.

Em nota oficial, o sindicato disse que a medida é "de uma inaceitável irresponsabilidade e precipitação", uma vez que o país já tem mais de 50 mil mortes confirmadas da doença e São Paulo é o epicentro da pandemia.

"Defendemos que qualquer decisão nesse sentido seja validada em conformidade com os protocolos científicos aceitos internacionalmente. E nada menos do que isso", disse em nota a diretora estadual da Apeoesp, Suely Fátima Oliveira.

Ela também disse que os professores entrarão em greve caso haja retorno precoce das aulas em São Paulo. "Se tiver alguma retomada sem segurança, não há dúvida de que seremos obrigados a impedir qualquer violência ou descaso contra os professores", disse.

Ontem, o Sieeesp (Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino no Estado de São Paulo) também discordou do plano anunciado pelo governo de São Paulo, mas por entender que a rede privada já está preparada para retomar as atividades em julho.  

LEIA TAMBÉM 
Paulínia confirma 10º óbito por coronavírus e 565 casos
Campinas tem mais 18 mortes por covid; total chega a 271
Câmara aprova em 1ª discussão que salões de beleza são serviços essenciais
Isolamento não reduz número de mortes no trânsito em Campinas


COMO ESTÁ PREVISTO

As aulas devem retornar no São Paulo, com rodízio entre os estudantes, no próximo dia 8 de setembro, mas apenas se todo o estado se mantiver por 28 dias (quatro semanas) na fase 3 (amarela) do plano de reabertura da economia paulista.

A proposta de volta às aulas presenciais prevê ainda que haverá uma combinação de aulas presenciais e a distância.

Segundo o governador João Doria, (PSDB), o plano de volta às aulas engloba de creches a universidades, da rede estadual e municipal, e também serve como recomendação às entidades privadas.

Mais do ACidade ON