Aguarde...

cotidiano

Doação de sangue cai 22% e Hemocentro está em situação crítica

Pela primeira vez em cinco anos, Unicamp teve que acionar centros de outras regiões de São Paulo e até de Manaus para receber ajuda; veja como doar

| ACidadeON Campinas

Hemocentro de Campinas (Foto: Divulgação) 

Em meio a pandemia de coronavírus e a volta de atendimentos e cirurgias eletivas fez com que o Hemocentro, da Unicamp, em Campinas, entrasse em situação crítica. Segundo a unidade, no comparativo entre agosto e setembro deste ano e do ano passado, a queda de doações de sangue é de 22%. Neste ano, o local tem 5.301 bolsas disponíveis, contra 6.802 no mesmo período do ano passado.

A dificuldade maior está no sangue O+, conhecido como doador universal por ser o mais comum e também o mais utilizado. No entanto, os outros tipos também estão com estoque baixo, entre eles o A+, O-, A-, AB-, B- e B. Somente o tipo AB+, o receptor universal, está com estoque alto.

Por conta da situação, a Unicamp teve que pedir ajuda às regionais de Botucatu e Ribeirão Preto, além de Manaus (AM), para receber bolsas em caráter emergencial, além de fazer uma campanha solicitando aos doares que compareçam ao Hemocentro o quanto antes. Essa ajuda deve ajudar a estender o prazo do estoque em cerca de dois dias.

"No meio da pandemia as doações já tinham caído. Mas, trabalhamos com estoque e a situação piorou muito. E está num nível crítico. Na Unicamp, somos coordenadores, temos toda a região de Campinas como Piracicaba. É um estoque único e vou dividindo", disse Fabricio Biscaro Pereira, diretor da Divisão de Hemoterapia do Hemocentro.

Segundo ele, a demanda aumentou mas últimas semanas, quando houve o retorno dos atendimentos e cirurgias eletivas que demandam uso de sangue. "Acreditamos que tenha sido isso, hoje temos menos de 3 dias para o uso de cada tipo. E trabalhamos com cinco dias. Já tinha notificado os hospitais na semana passada, para fazer o uso racional do sangue, limitar que paciente tenha grandes perdas, medidas técnicas e médicas", afirmou.

Ele também afirmou que a coleta feita aos sábados tem funcionado, mas que é preciso regularidade também nos dias de semana.

COMO DOAR


O Hemocentro da Unicamp funciona de segunda a sábado, das 7h30 às 15h, e está situado na Rua Carlos Chagas, 480, na Cidade Universitária.

Doações também podem ser feitas no Hospital Mario Gatti, localizado na Avenida Prefeito Faria Lima, 340, no Parque Itália. O atendimento é realizado de segunda a sábado, das 7h30 às 15h.

Para evitar aglomeração o Hemocentro também dá a opção para o agendamento da doação. O cadastro pode ser feito no site agendamento.hemocentro.unicamp.br.

Mais do ACidade ON