Aguarde...

cotidiano

Saúde de Campinas veta 4 creches no retorno da educação infantil

As aulas presenciais na rede municipal de ensino estavam suspensas desde o final de março do ano passado

| ACidadeON Campinas

Educação infantil retorna na próxima segunda-feira em Campinas (Foto: Denny Cesare/Código19) 

O Devisa (Departamento de Vigilância em Saúde) de Campinas vetou o retorno de quatro escolas da educação infantil por ainda não cumprirem as normas sanitárias contra a covid-19. As aulas presenciais nesse seguimento começam na próxima segunda-feira (3) em 130 unidades.

As aulas presenciais na rede municipal de ensino estavam suspensas desde o final de março do ano passado e começaram na última segunda-feira (26) com os alunos do Ensino Fundamental, Educação de Jovens e Adultos, ensino profissionalizante e de qualificação profissional.

De acordo com a Secretaria de Educação, as CEIs (Centros de Educação Infantil) Carlos Gomes (Jardim Monte Bel), Helenice de Moraes Ferrari (Jardim Bassoli), CEI Otávio Cesar Borghi (Parque da Floresta) e Aurora Santoro (Jardim Ipaussurama) ainda vão passar por ajustes e devem retornar as aulas presenciais nos próximos dias. São 673 alunos matriculados nas quatro unidades.

Segundo informou a Secretaria de Educação, ao todo, 42.048 alunos estão matriculados na Educação Infantil da Prefeitura. No total, a Educação infantil tem 161 creches e 44 entidades conveniadas. 

COMO SERÁ

Na primeira semana, as escolas recebem alunos com idade entre 3 anos e 4 meses a 5 anos e 11 meses, do agrupamento III. São esperados 8.524 alunos, o que representa até 35% do total de matriculados nessa modalidade, conforme determina o Plano São Paulo.

No dia 10 de maio, retornam as crianças com idades entre 1 ano e 8 meses a 3 anos e 3 meses, do chamado agrupamento II. Em respeito às normas sanitárias, a expectativa é de que 3.936 alunos voltem às salas de aula.

Uma semana depois, no dia 17 de maio, será a vez do agrupamento I, que engloba crianças até 1 ano e 7 meses. Neste caso, o limite será de 1.561 alunos.

"As aulas presenciais na rede municipal de ensino estavam suspensas desde o final de março do ano passado e começaram na última segunda-feira, dia 26, com os alunos do Ensino Fundamental, Educação de Jovens e Adultos, ensino profissionalizante e de qualificação profissional", disse a nota oficial.


Mais notícias



Mais notícias do ACidade ON