Aguarde...

ACidadeON Campinas

Campinas
mín. 20ºC máx. 36ºC

cotidiano

Polícia investiga agressão dentro de supermercado de Sumaré

A rede confirma a confusão no interior do estabelecimento e em nota disse lamentar o ocorrido

| ACidadeON Campinas

Cena foi gravada no interior do supermercado. Foto: Reprodução de vídeo

Uma confusão dentro de um supermercado de Sumaré será investigada pela Polícia Civil. Uma representante comercial de 38 anos que estava dentro da unidade da rede GoodBom, da Avenida Rebouças, na última segunda-feira (15), afirmou que levou um soco no rosto de um idoso que seria um dos proprietários da rede. 

A mulher inclusive fez um boletim de ocorrência de agressão física na DDM (Delegacia de Defesa da Mulher). A ocorrência foi atendida pela Polícia Militar. A cena acabou sendo gravada e acabou viralizando nas redes sociais (veja vídeo abaixo).  
 
A rede confirma a confusão no interior do estabelecimento e em nota disse lamentar o ocorrido. Mas não confirma se o homem envolvido na confusão é proprietário do estabelecimento (veja nota abaixo). A rede apenas informou que o homem não atua na empresa há cerca de 20 anos.

A confusão ocorreu pela manhã. A mulher, que mora no Jardim Garcia, em Campinas, afirmou que estava na cidade a trabalho visitando clientes quando entrou na loja para comprar umas coisas, mas antes foi ao banheiro. Ao passar pelo corredor disse que ouviu um homem falando alguma coisa, mas não entendeu que era com ela e seguiu, mas uma caixa a avisou, que o homem a estava chamando.

Ela foi até o homem que chamou sua atenção e mandou que ela arrumasse sua roupa. A vítima usava uniforme da empresa dela, com um casaco por cima, deixando à mostra parte da barra da camiseta. Além de impor ordens para se arrumar, o homem a teria chamado de ridícula.
 
Sem entender, a mulher disse que chegou a xingá-lo e o questionou quem ele era e depois seguiu até o banheiro. Mas ficou revoltada com a situação e quando saiu, viu o homem e foi até ele reclamar novamente, porém, o homem teria colocado a mão fechada embaixo do queixo dela e golpeou.   

A mulher disse que revidou com um tapa e passou a derrubar coisas que estavam por perto, momento que clientes e funcionários foram ao encontro dos dois e os separaram. "Me senti humilhada. Meus pais nunca relaram a mão em mim. Sou uma pessoa honesta. Trabalho para ter minhas coisas. Ele não tinha o direito de me bater", falou.
 
A mãe da vítima que pediu para não ser identificada afirmou que a filha está completamente constrangida e apenas chora. "Ela foi muito humilhada por esse senhor e por todos do supermercado. Ela está completamente chocada. Fico imaginando se é assim que este homem trata seus funcionários. A família toda está abalada", afirmou.

GOOD BOM  

Por meio de nota o Good Bom Supermercados lamentou o ocorrido em uma de suas lojas e informou que está contribuindo em todas as instâncias para o esclarecimento dos fatos. A nota ainda afirma que a empresa possui a maioria dos seus colaboradores mulheres demonstrando o quanto respeita e valoriza a igualdade.   

 

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook

Mais do ACidade ON