Publicidade

cotidiano

Presidente da Setec pede afastamento do cargo após denúncias

Eduardo Roberto Lima Júnior foi condenado em 1ª e 2ª instâncias enquanto ocupava um cargo em Monte Mor

| ACidadeON Campinas -

Eduardo Lima Júnior (Foto: Divulgação) 

O presidente da Setec, Eduardo Lima Júnior, solicitou seu afastamento do cargo no final da tarde desta terça-feira (12). Ele foi denunciado pelo vereador Marcelo Silva (PSD) por conta de uma condenação por ato de improbidade em 2019 quando ocupava cargo público na cidade de Monte Mor.

Eduardo Roberto Lima Júnior foi condenado em 1ª e 2ª instâncias ao ressarcimento integral do dano de R$ 20.712,73, à perda da função pública, à suspensão dos direitos políticos por cinco anos, ao pagamento de multa civil.

Além disso, a Justiça determinou a proibição de contratar com o poder público ou receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios, por irregularidades em contratações, por liberar dinheiro público em nome de destinatários que comprovadamente não receberam e ao ressarcimento integral e solidário do dano ocorrido no período em que exerceu sua função de diretor financeiro.

"O prefeito Dário Saadi aceitou o pedido para que não haja nenhuma dúvida quanto à regularidade da nomeação e para possibilitar o amplo direito de defesa a Lima Júnior. Até que o recurso seja julgado, o prefeito nomeará um novo presidente para a autarquia", informou a nota oficial da Setec.

EDUARDO LIMA JÚNIOR

Eduardo Lima Júnior tem formação em direito e trabalhou em gestão pública no DAE e secretário de Assuntos Jurídicos de Santo Antônio de Posse, foi secretário de Finanças em Monte Mor, consultor jurídico na Câmara de São Pedro, além de secretário de Administração em Estiva Gerbi.

Durante todo Período ocupou ainda interinamente os Cargos de: Secretário de Saúde; Secretário de Segurança Pública; Autoridade de Trânsito e Transporte.

Mais notícias


Publicidade