cotidiano

Especial coronavirus

Delegado titular da 1ª Seccional de Campinas morre de covid-19

Nestor Sampaio Penteado Filho, de 54 anos, estava internado em São Paulo desde 18 de março

| ACidadeON Campinas -

O delegado da 1ª Seccional de Campinas, Nestor Nestor Sampaio Penteado Filho (Foto: Redes Sociais) 

O delegado titular da 1ª Delegacia Seccional de Campinas, Nestor Sampaio Penteado Filho, de 54 anos, morreu de covid-19 nesta quarta-feira (14), após ficar internado por quatro meses. De acordo com informações da Polícia Civil, o delegado estava passando por tratamento desde o último dia 18 de março no Hospital São Luiz, em São Paulo.

A vítima faleceu na tarde de hoje e deixa a mulher e um filho. "Em nome da Polícia Civil e de todos os policias da região de Campinas, lamento imensamente a perda do colega, delegado titular da 1ª Seccional", disse o responsável pelo Deinter (Departamento de Polícia Judiciária São Paulo Interior) 2, José Henrique Ventura.

Ainda de acordo com ele, as equipes da Polícia Civil de Campinas foram vacinadas em 28 de março. "Que a alma dele descanse em paz, pois cumpriu dignamente sua missão", disse a polícia em nota oficial.

Não há ainda informações ainda sobre o enterro do delegado. Antes da 1ª Seccional de Campinas, Nestor Sampaio Penteado Filho atuava no Denarc (Departamento Estadual de Prevenção e Repressão ao Narcotráfico) na capital. Ele assumiu a delegacia de Campinas em maio de 2020.  

SSP

Sobre o caso, a SSP (Secretaria de Segurança de São Paulo) informou que "vem adotando todas as medidas necessárias para garantir a proteção dos agentes acerca da covid-19, como aquisição e distribuição de Equipamentos de Proteção Individual, como máscaras, luvas, aventais descartáveis, álcool gel, face shield para os servidores e agentes de segurança, além da higienização dos ambientes de trabalho, viaturas e laboratórios". 

Além disso, a pasta informou que "os policiais e seus familiares também foram submetidos ao teste rápido de covid-19 fornecido pelo governo do Estado, com auxílio do Instituto Butantã".  Os profissionais da ativa de Segurança Pública foram imunizados em campanha iniciada no dia 5 de abril, disse a SSP.

Mais notícias


Publicidade