Publicidade

cotidiano

Polícia Civil prende receptador de catalisadores furtados da Emdec em Campinas

"Objeto era desmontado porque dentro dele havia materiais que valem mais que ouro", disse o delegado

| ACidadeON Campinas -

  

Polícia Civil apreendeu diversos produtos em depósito em Campinas (Foto: Divulgação)
A Polícia Civil de Campinas fez nesta terça-feira (20) uma operação para prender um homem suspeito de comprar catalisadores furtados da Emdec (Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas). Ele revendia as peças a um depósito de sucatas que comercializava produtos automotivos irregulares (veja abaixo o vídeo que mostra as apreensões feitas no local). 

No estabelecimento alvo da vistoria, que fica no bairro Santa Clara, foram localizados 80 catalisadores que foram levados do pátio da empresa municipal na última sexta-feira (16). Na data dois homens foram presos após invadirem o local. Um deles chegou a ser baleado na perna (saiba mais sobre o caso abaixo). 

"Dentro desses catalisadores têm elementos filtrantes que são muito valorizados. Os criminosos desmontavam, enviavam para os suspeitos e depois revendiam para os receptadores finais. Só para se ter uma ideia, dentro desses objetos tem ródio e paládio, produtos que valem mais do que ouro", afirmou o delegado Sandro Jonasson, titular do 11º DP (Distrito Policial). 

O delegado ainda contou que no local foram apreendidos 200 quilos de fios de cobre, mais de 100 rodas de veículos e muitas de peças automotivas sem notas fiscais. Na ação de hoje o proprietário do estabelecimento foi preso em flagrante pelos delitos. 

Além disso, a equipe flagrou outras irregularidades como furto de energia elétrica e crime ambiental no local. "O dono do depósito despejava resíduos tóxicos sem o devido tratamento em solo", explicou o delegado. 

O próximo passo da investigação é descobrir de quem esse infrator comprou os objetos furtados e para quem os produtos seriam revendidos. 


ENTENDA O CASO 

Dois homens foram presos na noite de sexta-feira (16), por furtar peças de veículos no pátio da Emdec.   

Segundo a Guarda Municipal, os suspeitos tentaram fugir, mas um deles ficou ferido por um disparo. 

A corporação informou que os homens invadiram o pátio e se depararam com os funcionários de segurança. Para sair do local, eles mencionaram que estavam armados. Após a ameaça, um dos vigilantes atirou e acertou a perna de um dos suspeitos. 

A GM (Guarda Municipal) foi acionada e socorreu o homem que, depois do atendimento médico, foi levado para o 1º Distrito Policial da cidade, onde foi preso junto com o comparsa. 


Os guardas encontraram e apreenderam diversas ferramentas usadas para extração de materiais dos automóveis do pátio da Emdec, além de um carro que seria utilizado para a fuga e pertencia a um dos detidos. 

De acordo com Sandro Jonasson, a partir desse fato a investigação levantou possíveis locais onde esses elementos filtrantes de catalisadores eram receptados. "Eles furtavam, levavam para esses locais e desmontavam", disse. 
 

Mais notícias


Publicidade