Publicidade

noticias

Deputada de Campinas, Valéria Bolsonaro é expulsa do PSL

A informação foi confirmada pela Executiva do partido. O motivo da expulsão é infidelidade partidária

| ACidadeON Campinas -

A deputada estadual Valéria Bolsonaro (Foto: Divulgação) 

A professora e deputada estadual de São Paulo Valéria Bolsonaro foi expulsa do PSL. A informação foi confirmada pela Executiva do partido. O motivo da expulsão é infidelidade partidária. 
 
LEIA MAIS 
Dário anuncia secretário de Educação e presidente da IMA
 
Rafa Zimbaldi faz novo exame e testa negativo para covid-19

De acordo com a Executiva, a representação foi feita pelo senador Major Olímpio. O parlamentar acusou Valéria de divulgar um áudio em que ela pede uma "pulverização" de uma campanha contra ele na cidade de Americana.

Em suas redes sociais, Valéria se pronunciou afirmando que sai de cabeça erguida e que foi expulsa por seu apoio ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

"Acabo de saber que fui expulsa do PSL, me acusaram de infidelidade partidária por apoiar nosso Presidente. Sou mulher, apoio o Presidente e nunca tive medo de enfrentar absolutamente nada. Saio honrada e de cabeça erguida! Tenho força, caráter e jamais trairia quem eu acredito", disse.

HISTÓRICO

Valéria nasceu em Santos, mas trabalha como professora efetiva da Prefeitura Municipal de Campinas há 20 anos. Ela é professora de ciências do ensino fundamental e da EJA. O sobrenome é de seu marido, que é primo de segundo grau de Jair Bolsonaro.

Mais notícias


Publicidade