Publicidade

cotidiano

Obra no Anel Viário, em Campinas, altera trânsito a partir de quarta-feira

Motoristas deverão utilizar pista paralela em um trecho de 150 metros, na altura do Jardim São Domingos

| ACidadeON Campinas -

 

Prolongamento do anel viário de Campinas (Foto: Divulgação/Rota das Bandeiras)
A Concessionária Rota das Bandeiras, responsável pela administração do Corredor Dom Pedro de rodovias, inicia nesta quarta-feira (11) as obras de prolongamento do Anel Viário Magalhães Teixeira (SP-083) (confira abaixo as mudanças no trânsito). 

A etapa final é para implantar um desvio na rodovia Miguel Melhado Campos (SP-324), na altura do Jardim São Domingos, em Campinas, para construção de um viaduto.

O desvio será implantado em um trecho com cerca de 150 metros de extensão, nos dois sentidos da rodovia. 

COMO FICA O TRÂNSITO 

Na prática, o motorista que circula pela rodovia Miguel Melhado Campos deverá trafegar por uma pista paralela ao trecho interditado, com baixo impacto a sua rotina. 

"Recebemos a autorização do DER (Departamento de Estradas de Rodagem) e, nos últimos 15 dias, trabalhamos na implantação desse desvio, com toda sinalização necessária de orientação ao motorista para que, efetivamente, iniciemos as obras do novo viaduto a partir desta quarta-feira", explica o coordenador de Obras da Rota das Bandeiras, Rodrigo Lemos. 

PREVISÃO 

A previsão da Rota das Bandeiras é que as obras de implantação do segundo trecho do prolongamento do anel viário Magalhães Teixeira, entre as rodovias dos Bandeirantes (SP-348) e Miguel Melhado Campos, serão concluídas até dezembro/2021, com investimento total de R$ 93,2 milhões. 

O prolongamento conta com 3,8km de extensão e, neste momento, estão pendentes as obras para implantação de cerca de 800 metros de novas pistas, o dispositivo com quatro alças que garantirá sua conexão com a rodovia Miguel Melhado Campos e o viaduto sobre a Miguel Melhado.

Mais notícias


Publicidade