Publicidade

cotidiano

"Dama do samba campineiro", Aureluce Santos morre aos 72 anos

Sambista morreu após complicações em uma cirurgia gástrico intestinal

| ACidadeON Campinas -

Sambista Aureluce Santos morreu na tarde deste domingo (27) aos 72 anos (Foto: Cedida)

A sambista Aureluce Santos, considerada a "dama do samba campineiro" morreu na tarde deste domingo (27) após complicações em uma cirurgia gástrico intestinal. Aureluce tinha 72 anos e passava férias com a família em São Sebastiao, no litoral de São Paulo.

Segundo a família, a sambista passava por problemas de saúde desde uma cirurgia feita no ano passado, chegou a passar mal durante o Natal mas teve alta do hospital em Campinas, seguindo para viagem em família.

Após procurar uma UPA (Unidade de Pronto Atendimento) em São Sebastião, médicos orientaram uma cirurgia de urgência que foi realizada na manhã de hoje. No entanto, a sambista não resistiu durante a recuperação e veio a óbito.

Considerada uma das maiores cantoras e intérpretes de clássicos do samba e da MPB, Aureluce já se apresentou ao lado de nomes como Dona Ivone Lara, Agnaldo Rayol, Renato Teixeira, entre outros.

A sambista surgiu no cenário musical nos anos 2000, por meio do projeto "Revivendo o Samba", onde interpretou vários sambistas e encantou apreciadores do gênero, chamando atenção para seu talento.

Integrou-se, em 2002, ao Núcleo de Sambistas e Compositores do Cupinzeiro e Grupo Chega de Demanda; em 2004, decidiu formar sua banda e seguir carreira solo, participando de importantes projetos musicais, como Revivendo o Samba, Rua do Samba, Piano-Bar, Café 7, Matriz do Samba e Noite da Seresta.

Segundo a família, ainda há o aguardo para o procedimento de encaminhamento do corpo para Campinas. O velório e o enterro ainda não tem previsão de horário.

Mais notícias


Publicidade