Publicidade

noticias

Curta de terror da região é premiado no Brasil e é destaque no exterior

O filme foi protagonizado por Anne Passos, uma atriz de apenas 9 anos de idade

| ACidadeON Campinas -

O curta-metragem Antônia foi lançado no começo de 2020 (Foto: Divulgação) 

O curta-metragem da RMC (Região Metropolitana de Campinas) "Antônia", dirigido por Flávio Carnielli, lançado no início de 2020 termina um ano como um dos filmes mais premiados do país, obtendo reconhecimento nacional e internacional. 
 
LEIA MAIS 
Festa de fim de ano: cinco cuidados básicos com seu gato
 
Fotógrafo de Campinas cria projeto baseado nos distúrbios alimentares

"Antônia" é um filme de terror que conta a história de um casal de avós que perde a filha e a neta para a varíola, durante a grande epidemia no Brasil do início do século XX. O curta foi pintado quadro a quadro, como uma fotografia antiga restaurada.

Em poucos meses, o filme já esteve em mais de dez festivais no Brasil, além de ter sido exibido na Alemanha (Kannibal Fest), Estados Unidos (NAFCO Halloween Horror Festival) e Holanda (But Film Festival).

Ao todo, o filme acumula dez prêmios: direção de arte no Curta Caicó, direção de fotografia, no Curta Caruaru, conjunto da obra no Cine Tamoio, júri popular na categoria terror no Curta Canedo, filme mais assustador, no Fantasnóia, melhor edição no Festival POE e melhor direção, fotografia e desenho de som no Morce-GO Horror Film Festival.

Nesta semana, o filme recebeu o prêmio de melhor curta nacional no Festival Internacional Crash, que contou com a participação de ícones internacionais do terror, como o ator alemão Udo Kier e o lendário diretor norte americano Lloyd Kaufman.

"Antônia" foi gravado de forma totalmente independente, contando apenas com o apoio de empresários da região. O filme foi protagonizado por Anne Passos, uma atriz de apenas 9 anos de idade. No elenco, também estão os veteranos atores Wagner Kampynas e Violeta Nagai.

Mais notícias


Publicidade