Publicidade

cotidiano

Rodoviária deve receber 150 mil para o feriado de Natal

Durante o período, que vai até o dia 28, serão 760 carros extras e, caso haja necessidade, mais ônibus poderão ser disponibilizados

| ACidadeON Campinas -

Rodoviária de Campinas passa por higienização constante (Foto: Luciano Claudino/Código19) 

A concessionária do Terminal Rodoviário de Campinas - responsável pela gestão do Terminal Rodoviário Ramos de Azevedo, informou que cerca de 150 mil pessoas devem embarcar e desembarcar na unidade por conta do feriado de Natal. 
 
LEIA MAIS 
Quase 4 mil presos são beneficiados com saidinha de Natal
 
Ladrões roubam carro e quebram costela de idosa de 87 anos

Durante o período, que vai até o dia 28, serão 760 carros extras e, caso haja necessidade, mais ônibus poderão ser disponibilizados.

A concessionária informou que Praia Grande, Ubatuba, Sorocaba, Jundiaí, São Paulo e Belo Horizonte são os destinos mais procurados.

"A retomada do movimento de passageiros acontece de forma gradual no transporte rodoviário. O terminal rodoviário de Campinas, que registrou queda de 90% nos embarques em abril, atualmente apresenta redução na casa dos 52%, em comparação com a média mensal", informou através de nota.

Aos que irão viajar neste período, a concessionária recomenda:

- Use máscara. De acordo com a Lei Federal nº 14.019, o uso da proteção facial é obrigatório em espaços públicos e privados acessíveis ao público;

- Atenção para as aglomerações. Além da demarcação de piso e assentos, o terminal conta com os colaboradores em rondas, avisos sonoros e visuais que alertam para o distanciamento social. Obedeça aos avisos de distanciamento e, se puder, compre a sua passagem pela internet;

- Caso não seja possível realizar a compra pela internet, antes de se deslocar ao terminal rodoviário entre em contato com a empresa de ônibus que deseja viajar para checar a disponibilidade de passagens e opções de datas e horários;

- Lave bem as mãos sempre que puder ou faça uso constante de álcool gel;

- Caso apresente algum sintoma da Covid-19, entre em contato com a empresa e remarque a sua viagem. O passageiro rodoviário tem prazo de até um ano para remarcar a data da sua passagem;

Mais notícias


Publicidade