Aguarde...

Lazer e Cultura

Projeto Gênesis vai plantar 3,5 mil espécies nativas até abril

Elas serão plantadas no Parque Linear Capivari, na Lagoa do Taquaral, na Mata de Santa Genebra e na área de preservação permanente do Córrego do Guará

| ACidadeON Campinas

Projeto prevê o plantio de 3,5 mil árvores (Foto: Divulgação) 

Reflorestar a cidade. Este é um dos objetivos do projeto Gênesis, desenvolvido pela Fundação José Pedro de Oliveira, que é responsável pela gestão da Mata Santa Genebra. Até abril, a meta é plantar 3,5 mil mudas de espécies nativas em parques, praças e áreas de preservação permanente da cidade e na unidade de conservação Arie (Área de Relevante Interesse Ecológico) Mata de Santa Genebra.

Elas serão plantadas no Parque Linear Capivari, na Lagoa do Taquaral, na Mata de Santa Genebra e na área de preservação permanente do Córrego do Guará, que integra o Núcleo de Conectividade da Mata de Santa Genebra, etapa 1 do corredor ecológico.

O trabalho, segundo Sabrina Martins diretora técnica da Fundação, é feito em etapas. Primeiro, a equipe faz o mapeamento das áreas, cada região recebe as mudas conforme as características do solo e também de acordo com as espécies nativas da região.

"A vegetação que ocorria na região da Lagoa do Taquaral era semelhante a da Mata de Santa Genebra, então esta área receberá espécies como as que temos aqui. Já no Parque Linear do Capivari temos um solo encharcado, que pede espécies que sobrevivam a solos com muita umidade, como por exemplo a espécie pinha-do-brejo", explicou.

Outro trabalho realizado é a produção de mudas nativas no viveiro da própria Fundação. A equipe coleta as sementes em áreas verdes da cidade, em especial nos bosques e unidades de conservação e essas sementes viram mudas que são utilizadas nos projetos de restauração florestal.

"O trabalho envolve mapear as matrizes e coletar as sementes. Depois elas são levadas para o nosso viveiro e cultivadas no local", completou.


Mais notícias



Mais notícias do ACidade ON